top of page

ACÓRDÃO DO TRIBUNAL CONSTITUCIONAL N.º 69

21 de fevereiro de 2024

Declara a inconstitucionalidade, com força obrigatória geral, da norma que impõe a obrigatoriedade de pagamento do remanescente da taxa de justiça ao réu que venceu totalmente o processo, obrigando-a a pedir o montante que pagou em sede de custas de parte, resultante do artigo 14.º, n.º 9, do Regulamento das Custas Processuais, na redação introduzida pela Lei n.º 7/2012, de 13 de fevereiro
Download

Prima o botão abaixo para descarregar ou ler o documento num novo separador

Documento
bottom of page