top of page

ACÓRDÃO DO TRIBUNAL CONSTITUCIONAL N.º 877

25 de janeiro de 2024

Declara a inconstitucionalidade, com força obrigatória geral, da norma contida no n.º 4 do artigo 9.º do Decreto-Lei n.º 287/93, de 20 de agosto, segundo a qual se revestem de força executiva os documentos que, titulando ato ou contrato realizado pela Caixa Geral de Depósitos, S. A., prevejam a existência de uma obrigação de que essa entidade bancária seja credora e estejam assinados pelo devedor, sem necessidade de outras formalidades
Download

Prima o botão abaixo para descarregar ou ler o documento num novo separador

Documento
bottom of page